Lean Coffee #6 – Novembro de 2012

Posted by kudoos on November 25, 2012 under Management | Comments

Realizamos o sexto Lean Coffee São Paulo neste  sábado, dia 24/11/2012.

Alguns assuntos que discutimos:

O papel de um PO distribuído
A discussão aqui não foi, como o nome pode indicar, sobre o PO estando em outra localização em relação à equipe e sim sobre as responsabilidades de um PO distribuídas entre todos da equipe.

Adapters Culturais
O livro “An Agile Adoption and Transformation Survival Guide” (grátis) fala sobre abordagens para a transformação ágil, o que implica em uma mudança cultural. Uma das abordagens propostas é introduzir a cultura ágil em uma equipe ou grupo e proteger essa “célula” dos “anticorpos” organizacionais por meio de adaptadores. Um exemplo citado seria uma organização que exige Gantt Charts e a equipe ágil, apesar de considerar um desperdício, entrega os Charts.
Obviamente, essa necessidade de adapters não vale apenas para o Agile, na introdução de qualquer cultura em outra dominante, a abordagem de utilizar adaptadores pode ser conveniente.

Métricas, Métricas, Métricas, quem saiu do básico
A pergunta foi se alguém estaria utilizando alguma métrica além das básicas, como Velocidade, Lead/Cycle time etc. Houve uma discussão das necessidades de se medir, dos porquês de pouca gente avançar nesse sentido.

Desenvolvimento de Software sempre é Complexo?

No artigo “Cynefin: Aplicação em Gestão de Mudanças” entra-se no mérito de que mesmo em um dos domínios (Complexo, por exemplo) pode haver elementos de outros domínios. A questão discutida é se devemos tratar cada subelemento de acordo com sua própria característica.

Estratégias para evangelizar a utilização de lotes pequenos (small batches)

A filosofia Lean, assim como o Agile, levantam a bandeira de que deve-se trabalhar com lotes pequenos. Nossa discussão foi sobre se isso deveria ser sempre verdade, como diz Donald Reinertsen, devemos encontrar o ponto onde há o melhor custo-benefício entre o tamanho do lote e o custo do atraso. A vantagem é que no desenvolvimento de software podemos afetar o custo da transação (deploy, por exemplo). Citamos o exemplo de um projeto que está adotando lotes pequenos em uma linha “Lean Startup”, cada lote é um pequeno teste para validação da hipótese relacionada.

Obrigado a todos que participaram do evento, afinal foram vocês que o fizeram possível. Parabéns a todos!
O próximo LeanCoffeeSP está programado para dia 15/12/12, no mesmo horário e local (rua Sumidouro, 555, perto do metrô Pinheiros, das 9:30 às 11:00, na padaria Velmont Grill, no Mezanino)

Sejam sempre muito bem-vindos!

Nossa hashtag: #LeanCoffeeSP